22 março, 2017

| Bruxelas | Uma Pequena Cidade Com As Suas Delícias!

Bom dia meus queridos!

Como sabem no fim de semana passado andei desaparecida e fui ali a Bruxelas dar um pulinho com o meu-mais-que-tudo.

Foto de Vanda Leite.

Agora trago-vos as fotografias, o que vi e comi nesta cidade.

Bruxelas fica a 2h30 de avião aqui de Lisboa, é uma cidade pequena mas com uma arquitetura bonita. Embarcámos na sexta-feira à tarde, com mais de 50 minutos de atraso (Estas companhias LowCost é o que dá!) e chegamos ao hotel para pousar as coisas um bocado já tarde, pois lá também a diferença horária é de mais uma hora.

Ficámos hospedados no Aparthotel Adagio Access Brussels Europe bem perto do Parlamento Europeu, fica mesmo no Bairro Europeu. Quarto bastante acolhedor com uma "mini" cozinha e wc. Podem visitar aqui o site e se precisarem de sítio para ficar recomendamos este hotel! Gostámos bastante, era limpo, moderno, arrumado, staff simpático e ainda com loiças de cozinha para refeições ligeiras.

Depois de deixarmos as coisas no hotel tínhamos que jantar. E encontrar algo que estivesse aberto para ir jantar e que não fosse muito longe? DIFÍCIL! O que vale é que o bem dito McDonalds está sempre ao nosso dispor em todo o lado, se bem que em Bruxelas também fecha à meia noite que é bem cedo em relação a outros locais. Lá tudo fecha cedo!

No que toca a gastronomia da cidade vemos por tudo o que é lado as bem ditas waffles com mil e uma coisas para adicionar, batatas fritas com vários molhos e chocolate, muito chocolate.

Escusado será dizer que tive que comer uma daquelas waffles maravilhosas e deliciosas que por isso já me valeu o bilhete! Estou a brincar!
Esteve a chover durante praticamente o fim de semana todo, mas tivemos que combater essa chuva e visitar na mesma a cidade. Errei o fim-de-semana! Levantámos bem cedo no Sábado, tomamos o pequeno almoço e lá fomos, pé ante pé.

Como já sabem e já referi em post anteriores, gosto de levar os sítios a visitar todos delineados para poupar tempo. O que é certo é que as pessoas de hoje em dia já não sabem usar um mapa! Levei tudo impresso em papel, mas lá tive que recorrer ao Google Maps (Bem dito sejas! Nem acredito que sendo Geógrafa estou a escrever isto!).


Estivemos a caminhar entre as 10h30 da manhã e as 17h. Vimos praticamente tudo o que havia para ver, a cidade é pequena. Demos por passar mais que uma vez pelo mesmo local. Começamos pelo Parque de Bruxelles e pelo palácio.






Bruxelas

Por estas fotografias já dá para reparar o belo tempinho de chuva que nem fotos mais lindas deu para tirar! E sempre de carapuço na cabeça porque uma pessoa quando vai viajar nunca se lembra de levar um chapéu de chuva.

Depois disto seguimos então para a famosa Grand Place, ao que podemos chamar "baixa de Bruxelas". Ainda assim com chuva e com o frio que estava , havia imensa gente na rua a visitar a cidade.


Achei mais pequena do que imaginava, mas os prédios são maravilhosos e bastante antigos. Nesta praça podemos encontrar o museu da Cerveja, outros dos grandes símbolos emblemáticos da cidade, os canecos de meio litro de cerveja de mil e uma marcas.

Seguimos pelas ruelas cheias de gente, principalmente pessoas a comer waffles e fomos ver "o menino a fazer xixi" o famoso
Manneken Pis. Pena que o local à volta da estátua estava em remodelações e as fotos não ficaram bonitas. O que é certo é que neste dia (Sábado) o menino estava nu e no dia a seguir passamos lá novamente e já estava vestido de Irish Man para celebrar o St. Patricks Day. Estava um máximo!


Ao andar pelas ruas a pé de Bruxelas conseguimos encontrar bocados de Banda-Desenhada pintadas em fachadas de prédios. Aqui temos o exemplo do Tim-tim bem no centro da cidade.



Seguimos para Sablon, para visitar a Square du Petit Sablon e ver a Église Notre-Dame du Sablon. Depois disso andamos um bocadinho mais para chegarmos ao Parque Cinquentenário onde tem uma porta enorme tipo o Portão de Brandenburgo de Berlim.




Depois de andarmos tanto decidimos regressar ao hotel para descansar, secar após molhas e mais molhas e escolher o restaurante para ir jantar.

O restaurante escolhido foi o Amadeus, The Place For Ribs. Podem ver AQUI a página do Facebook para conseguir ter uma melhor perceção do sítio. O restaurante tem uma decoração fora do normal, onde as paredes são cobertas de livros. Come-se muito bem, tem um custo dentro do médio ($$) mas saímos de lá a rebolar.


E por assim acabou a noite de sábado em Bruxelas. No Domingo de manhã, acordamos a tempo do pequeno almoço e tivemos que arrumar a tralha. Ainda tínhamos algumas horas pela frente pois o voo de volta era só pelas 20h.

Foi um Domingo para andar sem rumo, como estava muito frio, vento e chuva procurámos sítios mais recolhidos para estar mas não deixamos de voltar à "baixa" da cidade.
E assim voltamos para ir buscar as malas e apanhar o autocarro para ir para o Aeroporto e voltar a Lisboa.

A cidade é pequena vê-se perfeitamente em dois dias não são necessário mais. Tem o seu encanto, as suas delícias, os seus segredos e a sua antiguidade bastante marcada.

Ah! Claro que passamos pelo Parlamento Europeu, não fosse Bruxelas a capital da Europa, mas não tirei nenhuma fotografia. Deixo-vos uma última fotografia que vai deixar água na boca, e por cada montra que passava ficava a desejar comê-las todas! :)


E vocês já visitaram Bruxelas? O que acharam? ;)

Cidade